Buscar
  • Éllen Borges

Não houve reciprocidade...


Hoje me recordei do que aconteceu...

E mesmo que eu não queira... lembrar, doeu.

Se eu soubesse que tudo terminaria assim,

jamais teria lhe notado, muito menos a você me direcionado.

Jamais teria demonstrado o meu carinho e a minha admiração.

E com você não teria me importado.


Acreditei que sendo verdadeira você entenderia o meu jeito de ser e aceitaria a minha maneira...

Mas sinto que errei ao "ser eu mesma".


No início foi bem diferente.

Nos falávamos constantemente...

Isso foi estreitando os laços de amizade entre a gente.

Lembro-me que ao perceber a sua tristeza, me preocupei...

Fiz o possível para o seu dia alegrar...

e "em troca" queria apenas a sua amizade...

Mas errei ao esperar reciprocidade.


Com as minhas lutas você não se importou.

De mim pouco a pouco se afastou.

A minha amizade você desmereceu.

A minha atenção, sequer agradeceu.

E o meu afeto, não reconheceu.


Somente agora percebo que não tive realmente

a sua amizade, a sua preocupação e o seu carinho.

Talvez, você nunca quis de fato ser meu amigo.

E mesmo que seu distanciamento machuque a mim,

não irei nessa história insistir.


Apesar do pouco tempo que tivemos próximos,

fui sincera em tudo que vivi...

E estar longe de você deixou saudade em mim...

Mas, se você não soube receber o meu carinho,

e aceitar o meu cuidado,

talvez não mereça ter-me como amiga...

talvez não mereça ter-me ao seu lado.


Então, siga a sua vida...

pois eu já estou seguindo a minha!


Só espero que em breve dessa quase amizade,

dessa quase história, eu consiga

não mais com mágoa pensar e muito menos chorar

quando eu vier a recordar.

Fonte da foto: Mettus/ Shutterstock.




56 visualizações
© 2019 por Éllen Borges.
Site criado por Gustavo Muniz